Tábuas
    Vigas
    Caibro
    Ripão
EMPRESA
ESPÉCIES DE MADEIRAS
LOCALIZAÇÃO
CONTATO
Untitled Document

Cambará
Nome científico
Gochnatia polymorpha

Descriçao da árvore
Forma: árvore perenifólia, com 3,5 a 10m de altura e 20 a 40cm de DAP. Exemplares adultos atingem até 15m de altura e 60cm de DAP.
Tronco: poucas vezes, seu tronco é reto; quase sempre é irregular a canaliculado, tortuoso e inclinado. Fuste normalmente curto, até 6m de comprimento, geralmente com multitroncos.

Ramificaçao: irregular, dicotômica, simpodial. Copa baixa, densifoliada, arredondada, com folhagem verde-clara.
Casca: com espessura de até 30 mm. A casca externa é acastanhada, com sulcos longitudinais profundos e desprendimento em placas irregulares (Ivanchechen, 1988). A casca interna é de coloraçao oliva e fibrosa.
Características da Madeira
Massa específica aparente: a madeira do cambará é moderadamente densa (0,60 a 0,77 g/cm3), a 15% de umidade (Mainieri & Chimelo, 1989).
Cor: alburno destacado, branco-cinza. O cerne recém-polido apresenta-se amarelo-claro, escurecendo para bege-claro com manchas amareladas, tendendo para castanho-claro levemente rosado, uniforme.
Características gerais: superfície lisa ao tato, com brilho pouco acentuado; textura fina; gra direita para irregular. Cheiro e gosto imperceptíveis.
Durabilidade natural:madeira de alta resistencia ao ataque de organismos xilófagos, apresentando alta resistencia natural em contato com o solo.
Preservaçao: madeira pouco permeável a soluçoes preservantes, em tratamento sob pressao.
Outras características
Geralmente apresenta pouco alburno; quando em idade avançada, apresenta proporçao elevada de cerne.
Espécies Afins
Gochnatia H.B.K. é um genero pantropical, com cerca de 66 espécies e várias subespécies e variedades; as espécies neotropicais ocorrem desde as Antilhas até a Argentina. Cabrera & Klein (1973) distinguem duas subespécies para G. polymorpha: subsp. ceanothifolia e subsp. floccosa.
No Brasil, além de Gochnatia polymorpha, ocorrem outras espécies do genero, entre elas:
• Gochnatia barrosii Cabr., conhecida por cambará, encontrada no Cerrado em Minas Gerais e em Sao Paulo.
• Gochnatia cratensis (Gardn), na Serra do Araripe, no Ceará.
• Gochnatia lucida (Baker) Cabrera, conhecida por candiá e assinalado nas Serras, no Ceará e em Pernambuco (Pereira et al., 1993).
• Gochnatia paniculata (DC.) Cabrera, conhecida por cambará, arvoreta do capao, encontrada nos campos, no Paraná e em Sao Paulo, com floraçao de novembro a dezembro. Há uma candeia muito famosa em Minas Gerais, da mesma família, porém, de outro genero: Vanillosmopsis erythropappa (DC) Selt. et Bib.
Produtos e Utilizaçoes
Madeira serrada e roliça: a madeira de cambará pode ser usada em construçao civil, esteios, esquadrias, caibros, estacas, forro, ripas, tacos, entalhes, peças torneadas e na construçao naval. Tanto o tronco como as raízes produzem excelentes curvas para as embarcaçoes (Boiteux, 1947). Apesar de o tronco ser geralmente tortuoso, é bastante utilizado na construçao de cercas, como mouroes e obras externas. É também apta para postes.
Energia: produz lenha e carvao de boa qualidade.
Celulose e papel: espécie inadequada para esse uso.
Ocorrencia Natural
Latitude: 14o S (Bahia) a 31o S (Rio Grande do Sul).
Variaçao latitudinal: de 20m no Rio Grande do Sul a 1.650m de altitude em Sao Paulo.
 
Eucalipto
Nome Científico
Eucaliptus globulus Labill.

Família
Sapotaceae

Nome Comercial
Bluegum

Descriçao da Árvore
Copa: Alargada, com ramas jovens angulares
Folhas: Alternadas
Forma Tronco: Reto e cilíndrico
Altura Tronco: 60

Descriçao Anatômica

Propriedades Organolépticas
Cor Albura: Marrom muito pálido
Odor: Característico a eucaliptol
Brilho: Mediano
Veios: Suave
Cor Duramen: Marrom pálido a rosado grisáceo
Sabor: Característico a eucaliptol

Propriedades Físicas
Conteúdo de Umidade em Verde (%): 111
Densidade Básica (g/cm3): 0,55
Densidade a 12% de Umidade (g/cm3): 0.73
Contraçao Radial (%): 6,7
Contraçao Tangencial (%): 14,2

Resistencia Mecânica
Módulo de Elasticidade: 138 x 1000
Módulo de Ruptura: 1068
E.R. Compressao Paralela (Kg/cm2): 470
Corte Radial (Kg/cm2): 117

Condiçoes Técnicas para o Processamento
Trabalhabilidade: Serrado em verde é difícil, é moderadamente fácil de processar mecanicamente, igual que arqueado com vapor, atingi bom acabamento superficial
Preservaçao: A albura é permeável e o duramen impermeável.
Duraçao: Moderadamente durável, suscetível ao ataque de insetos
Secagem: Na operaçao de pré-secagem, apresentam defeitos de medianos a considerados. Recomenda-se um programa moderado de secagem artificial, podem apresentar defeitos menores

Usos Comuns
Construçao, Lâminas folheadas, Parquet e pisos, Móveis em geral, Madeira para embalagem.

 
Guaiuvira - Guajuvira
Nome Científico:
Patagonula americana L., Boraginaceae.

Outros nomes e Espécies Afins:
É chamada também por Guajuvira, Guajuvira-branca, Guaraiúva, Guajubira, Guarapovira, Guatuvira e Guaibi.

Descriçao da Árvore:
Árvore de 15 a 25 m de altura, com 40 a 80 cm de diâmetro. Seu tronco é tortuoso e irregular; casca cinzenta, grisácea ou mais raramente escura, levemente fissurada no sentido longitudinal, formando placas retangulares descamantes.

Características da Madeira:
O alburno é amarelado ou ocráceo. O cerne pode ser de igual coloraçao, mas geralmente se apresenta mais escuro, indo do pardo-acastanhado-escuro ao quase negro, podendo exibir veios pretos formando desenhos. Superfície lustrosa e lisa; gra direita a irregular, textura média, cheiro e gosto imperceptíveis.

Regiao de Ocorrencia:
Ocorre desde o estado de Sao Paulo até o Rio Grande do Sul; também ao leste do Paraguai, Argentina e parte do Uruguai.

Propriedades Físico-Mecânicas:
A madeira é pesada e dura, de resistencia mecânica entre média e alta e retratibilidade média.

 

Pino insigne
Regiao de ocorrencia:
O Radiata Píneo, chamado geralmente de Pino Insigne, é uma espécie introduzida artificialmente no Chile na regiao litoral e dos vales. A altura pode chegar facilmente aos 30 metros, possui uma forma piramidal, com seu tronco reto e cônico. As ramas crescem em forma vertical que dá a aparencia de um candelabro.

Descriçao da árvore:
As tonalidades da madeira vao de uma cor branca amarelada para tons de marrom amarelados ou marrons, a seçao transversal é bastante regular e circular, com o coraçao geralmente centrado. A casca possui uma cor "rojisa" marrom, com uma textura grossa e rachada.

Resistencia:
Esta madeira possui uma alta densidade e dureza em relaçao a outras espécies de pinos, além de possuir uma grande flexibilidade.

Indicaçoes de uso:
A porcentagem escassa de resina faz com que esta madeira seja bastante utilizada no processo da celulose, e sua alta aderencia faz desta espécie seja boa para ser usada em painéis, aglomerados. Os usos principais sao na produçao de móveis, tábuas, pallets, aglomerados, recipientes para frutas, embalagens, etc.

 
 
Av. Dr. Alexandre Rasgulaeff, 4.458 - Fone: (44) 3031-4989 - Maringá - Pr.